Ações

 

A Casa das 5 Pedrinhas, através dos seus representantes, realiza:

. encontros para BRINCAR...

. pesquisa e documentação de CULTURA DA CRIANÇA

. estudos

. oficinas (veja abaixo)

. cursos

. palestras (veja abaixo)​

. exposições (veja abaixo)

. consultoria

. projetos

. intercâmbio

. publicações

Palestras

 

A Criança Nova... a Criança Eterna... – Lydia Hortélio:

Imagens da Cultura Infantil através dos tempos,

Paralelos com o Brasil contemporâneo

•  O Brinquedo no Mundo

•  O Brinquedo no Brasil

•  O Brinquedo de cada um...

OCA escola Cultural – Uma experiência em educação a partir da cultura brasileira e da cultura da infância  – Lucilene Silva

Relato através de imagens e vídeos de uma experiência em educação realizada pela Oca Escola Cultural na comunidade da Aldeia de Carapicuíba – SP,  pautada no universo da cultura brasileira e da cultura da infância e a partir do diálogo entre instituição, escola, família e comunidade.

Histórias do meu quintal por Adelsin 

Durante sete anos, Adelsin observou diariamente as crianças de uma comunidade rural de Minas Gerais brincando livremente na sombra de uma grande mangueira que havia em seu quintal. No meio das crianças estava o seu filho, a princípio, com um ano de idade. As descobertas nas relações entre as crianças e a natureza transformaram o seu quintal em um “laboratório vivo” que ampliou o seu olhar sobre o universo infantil. Durante os sete anos foram feitas centenas de fotografias e pequenos vídeos. Histórias de meu quintal é a apresentação dessas imagens preciosas acompanhadas dos comentários e histórias do Adelsin.

Oficinas

 

Música Tradicional da Infância – Lydia Hortélio:

Esta oficina propõe a prática do repertório de músicas e brincadeiras tradicionais registradas ao longo de quase 50 anos por todo O Brasil e gravadas no CD “Abra a Roda Tindô lê lê”. Propõe também a prática e reflexões sobre a “Um século de Música da Infância no Sertão da Bahia”, baseada na pesquisa realizada com quatro gerações no Município de Serrinha, registradas nos CDs “Ô Bela Alice” e “Céu, Terra, 51”.

 

Oficina de brinquedos - Adelsin:

Um mergulho na multiplicidade de movimentos que pertencem à experiência da infância do ser humano criança. Tudo começa com a descoberta do próprio corpo e de suas possibilidades expressivas. Seguem a interação com o ambiente e com os outros seres. Surge então o brincar com os objetos e a criação dos próprios brinquedos: uma extensão do seu ser na maravilhosa jornada de se descobrir “humanamente divino”. Vontade, imaginação, escolha de materiais e ferramentas, desafios da realização, acaso, interação com a natureza, são os caminhos naturais das construções das crianças. Na oficina brincamos e construímos. Entre um brinquedo e  outro conversamos sobre a importância de cada gesto.

 

 

O brinquedo palavra na cultura da criança – Lucilene Silva

No repertório da infância movimento e desafio são palavras de ordem e o corpo traduz a capacidade da criança de experimentar, inventar, arriscar e se expressar livremente.  Da mesma forma que desafia o corpo na expectativa de atingir seus limites, o faz com as palavras, que se tornam verdadeiros brinquedos. A riqueza da língua materna, a musicalidade da voz falada, a rima, métrica e poesia, a criatividade e inventividade das crianças somadas a uma infinidade de movimentos corporais, compõem a diversidade rítmica do repertório.

Nas quadrinhas, parlendas,  histórias, adivinhas, trava-línguas e brincadeiras ritmadas, como corda, fórmulas de escolha e brincadeiras de mão, o brinquedo é a palavra, tecida num texto recitado, com rima e metro. Apesar de recitado, apresenta variações de altura, se movimenta por saltos, graus conjuntos ou permanece numa mesma nota, criando um discurso musical variado, com esboços de cadências, marcando ponto de partida, tensão e repouso, bem como a expressividade desse repertório recitado. É deste brinquedo palavra que trataremos nessa oficina.

 

Acalantos, cantilenas, brincos e brincadeiras dos pequenos - Lucilene Silva

Os acalantos, cantilenas, brincos e brincadeiras dos pequenos, são executadas por adultos com a finalidade de embalar, acariciar, distrair e divertir os pequenos. A proposta da oficina  é possibilitar às crianças, o contato com esse delicado repertório, e aos pais uma reflexão sobre a importância do mesmo na formação de vínculos e no desenvolvimento da criança.

Exposições

 

  • 1988
    A Cultura das Crianças do Brasil em Kassel e Nuremberg – Alemanha 

 

  • 1995
    A Criança Nova, a Criança Eterna – Museu da Bahia – Salvador – BA 

 

  • 1994
    O Brinquedo na Cidade de Belo Horizonte – Saguão da Prefeitura – MG

 

  • 1997
    Barangandão Arco-Íris – Museu Costa Pinto – Salvador – BA 


    A Criança Nova, a Criança Eterna – Instituto Anízio Teixeira – Salvador – BA 

 

  • 2013
    Barangandão  Natureza: Educativo Bienal – Ibirapuera – São Paulo – SP e OCA – Escola Cultural – Aldeia de Carapicuíba – SP

     

  • 2014
    Barangandão Barulhinho – Vila 211 – Belo Horizonte – MG 

 

  • 2019
    Ocupação Lydia Hortélio realizada pelo Itaú Cultural – São Paulo

Você sabia que a Casa das 5 Pedrinhas tem ações em São Paulo, Minas Gerais e Bahia?

 

Conheça ao lado

Contato

 

A Casa da Cinco Pedrinhas possui núcleos nos seguintes estados:

 

Bahia: Lydia Hortélio

Minas Gerais: Adelsin

São Paulo: Lucilene Silva

 

email: contato5pedrinhas@gmail.com

telefone: (11) 9 9104 7380